ECONOMIA

A arrecadação do governo no primeiro semestre bate recorde e soma R$ 543,98 bilhões



A arrecadação do governo – que inclui impostos, contribuições federais e demais receitas, como os royalties – recuou 1% em termos reais em junho deste ano e somou R$ 85,6 bilhões, segundo números divulgados pela Secretaria da Receita Federal nesta segunda-feira (22). No semestre, no entanto, a arrecadação bateu recorde, alcançando R$ 543,98 bilhões.

A queda da arrecadação federal em junho, que também ficou distante do recorde histórico para este mês (de R$ 92,6 bilhões em 2010), acontece após os números terem mostrado uma recuperação em maio deste ano, quando as receitas avançaram 5,8%. No decorrer deste ano, a arrecadação tem mostrado um comportamento errático. Registrou queda real em três meses (fevereiro, março e junho) e crescimento no resto do período.

Segundo o coordenador de Previsão e Análise da Receita Federal, Raimundo Eloi de Carvalho, a queda real da arrecadação em junho deste ano está relacionada, além das desonerações tributárias, com um recuo de R$ 2,3 bilhões na arrecadação do IR sobre rendimentos de capital - recolhido em junho, relativo ao primeiro semestre, sobre aplicações financeiras, como fundos de renda fixa. "Isso aconteceu por conta da redução dos rendimentos em função da queda dos juros. Tem um peso significativo", declarou ele.

Fonte: G1
Foto: Google Imagens

Postagens mais visitadas