ECONOMIA

Preço do m² sobe no ano mais do que o dobro da inflação, diz FipeZap



O preço médio do metro quadrado dos apartamentos prontos em 16 cidades brasileiras subiu para R$ 6.900 em julho, o que representa alta de 1,1% na comparação com junho, conforme Índice FipeZap Ampliado, divulgado nesta sexta-feira (2). Com isso, o preço anunciado acumula no ano, até julho, alta de 7,3%.

De acordo com a pesquisa, o aumento dos preços dos imóveis do ano já é mais do que o dobro da inflação. "Considerando a variação do IPCA (IBGE) de 3,2% no ano, o aumento no preço dos imóveis é cerca de 2,3 vezes maior do que o aumento médio dos preços da economia como um todo", destaca o levantamento que considerou para julho a variação do IPCA esperada pelo mercado segundo o Boletim Focus, do Banco Central do Brasil.A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), considerada uma prévia da inflação oficial usada nas metas do governo, acumula variação de 3,52% até julho.

O aumento do preço do metro quadrado em julho foi igual ao apurado em junho, quando a alta também foi de 1,1%. No acumulado dos últimos 12 meses, o aumento no valor de imóveis é de 12%, segundo o FipeZap.

Nas 16 cidades cujos preços são monitorados, Curitiba teve a maior alta no mês de julho (+3,7%). Belo Horizonte foi a única cidade a registrar queda no preço médio do m², com variação de -2,4%.

Nos últimos 12 meses, além de Curitiba (+19,6%), as maiores altas foram encontradas no Rio de Janeiro (+15,4%), Niterói (+14,0%), São Paulo (+13,9%) e Porto Alegre (+13,3%).

Rio de Janeiro é a cidade com o metro quadrado mais caro (R$ 9.424 em julho), seguida por Brasília (R$ 8.473) e São Paulo (R$ 7.361). Entre as cidades pesquisadas, o preço mais barato segue sendo o encontrado em Vila Velha (R$ 3.646).

Fonte: G1
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas