ECONOMIA

Arrecadação soma R$ 83,9 bilhões em agosto e bate recorde para o mês



A arrecadação do governo bateu recorde para meses de agosto e no acumulado deste ano, apesar do impacto para baixo de R$ 51 bilhões em reduções de tributos em 2013, informou nesta segunda-feira (23) a Secretaria da Receita Federal.

Em agosto, a arrecadação do governo – que inclui impostos, contribuições federais e demais receitas, como os royalties – subiu 2,68% em termos reais (com números corrigidos pela inflação) e somou R$ 83,95 bilhões (o maior valor já arrecadado em um mês de agosto).

No decorrer deste ano, a arrecadação tem mostrado um comportamento errático. Registrou queda real em três meses (fevereiro, março e junho) e crescimento, acima da inflação, em janeiro, abril, maio, julho e agosto.

Tributos
A Receita Federal informou que o Imposto de Renda arrecadou R$ 192,6 bilhões nos oito primeiros meses deste ano, com alta real de 0,8% sobre igual período de 2012.

No caso do IRPJ, a arrecadação somou R$ 84,73 bilhões, com alta real de 4%. Sobre o IR das pessoas físicas, o valor arrecadado totalizou R$ 18,99 bilhões de janeiro a agosto de 2013, com aumento real de 2%. Já o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) arrecadou R$ 88,9 bilhões no acumulado deste ano – recuo real de 2,3%.

Fonte: G1
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas