ECONOMIA

Com Nokia, Microsoft quer triplicar participação no mercado de celulares



Durante o anúncio da aquisição da Nokia nesta terça-feira (3) por US$ 7,18 bilhões, a Microsoft divulgou planos de que deseja triplicar sua participação no mercado de celulares e de smartphones para 15% dentro de cinco anos.

A empresa que fabrica o sistema operacional Windows, o sistema móvel Windows Phone e o videogame Xbox acredita que dentro deste período irá conseguir fazer dinheiro rapidamente, vendendo 1,7 bilhão de aparelhos até 2018, obtendo um lucro de US$ 45 bilhões, de acordo com documentos apresentados para investidores.

O acordo de compra anunciado prevê que a Microsoft use invenções, projetos e patentes da Nokia como o serviço de mapas Nokia HERE, usado nos smartphones da empresa. O documento aponta que o serviço de localização é uma peça chave para o crescimento da Microsoft no setor de celulares e de smartphones, considerando-o uma alternativa efetiva contra o Google e seu Google Maps.

No mercado de smartphones, a Samsung é líder com 71,3 milhões de aparelhos vendidos no segundo trimestre de 2013, 31,7% do total vendido no mercado. A Apple vendeu 31,9 milhões de celulares inteligentes, seguida pela sul-coreana LG, com 11,4 milhões. As chinesas Lenovo e ZTE completam as cinco primeiras colocações.

Fonte: G1
Foto: AP

Postagens mais visitadas