ECONOMIA

Mercado da beleza: quiosque de esmalte fatura R$ 40 mil por mês



O esmalte é um dos itens mais procurados pelas mulheres no lucrativo setor de beleza. E os empresários investem, cada vez mais, em novidades. Em São Paulo, redes de franquias investem em quiosques, que oferecem o serviço de embelezamento das unhas e vendem os coloridos vidrinhos.

O Brasil é o segundo país do mundo em venda de esmaltes. Perde apenas para os Estados Unidos. O lucrativo mercado atrai empresários que investem em novidades para fidelizar novos clientes.

“É um mercado fantástico você falar em R$ 2 bilhões, mais de R$ 2 bilhões de faturamento de consumo de produtos de somente esmalte”, diz João Carlos Basílio, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec).

A rede oferece dois tipos de negócio: loja, com investimento inicial de R$ 85 mil, ou quiosque, a partir de R$ 57 mil. O faturamento médio de um quiosque é de R$ 40 mil por mês.

O quiosque ocupa um espaço de apenas quatro metros quadrados. É bem pequeno, mas chama atenção de longe. A cor rosa e a vitrine colorida e iluminada são as estratégias para atrair as mulheres e transformar uma paradinha curiosa em vendas.

O quiosque vende cerca de 500 produtos por dia, entre esmaltes e acessórios como adesivos para unhas, alicates e lixas.

Fonte: G1/ PEGN
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas