ECONOMIA

Agrônomo brasileiro consegue US$ 100 mil de Bill Gates para 'fita-semente'



Um projeto capaz de aumentar em 50% a produtividade da agricultura familiar, desenvolvido por um engenheiro agrônomo brasileiro, conseguiu financiamento de US$ 100 mil da Fundação Bill & Melinda Gates, mantida pelo fundador da Microsoft, Bill Gates.

O inventor selecionado pela fundação é Mateus Marrafon, 29,(foto) engenheiro agrônomo que vive em Iracemápolis, a 157 quilômetros de São Paulo.

Ele criou uma fita biodegradável feita com celulose --um material feito de fibras extraídas de plantas--, onde ficam as sementes e também nutrientes, que servem de adubo. O agricultor enterra essa fita, que se desintegra sozinha, e as sementes se transformam nas plantas, com a ajuda dos nutrientes.

O projeto foi escolhido entre 2.700 ideias inscritas no mundo todo. De acordo com a avaliação da entidade, o financiamento pode ser ampliado para até US$ 1 milhão.

Fonte: UOL Notícias/ Economia
Foto: Pilar Olivares/Bill & Melinda Gates Foundation

Postagens mais visitadas