ECONOMIA

Brasil é 5º país em desenvolvimento mais vulnerável à crise, diz estudo



Estudo do Wells Fargo Securities divulgado recentemente aponta o Brasil como o quinto país em desenvolvimento, entre 28 economias pesquisadas, mais vulnerável a uma crise financeira, sendo "ultrapassado" neste ranking somente pela Colômbia, Argentina, Indonésia e Turquia.

O Wells Fargo criou um "sistema de aviso prévio" sobre possíveis crises financeiras, que leva em consideração, segundo a instituição financeira, pesquisas conduzidas nas últimas duas décadas por diferentes pesquisadores.

Pelo sistema, cinco variáveis econômicas estão associadas com crises financeiras: o nível de reservas internacionais na sua comparação com o Produto Interno Bruto (PIB) nominal; a valorização da taxa real de câmbio; o crescimento do crédito ao setor privado em sua porcentegem do PIB; o avanço do PIB propriamente dito; e o nível do déficit em transações correntes (contas externas).

Segundo o estudo, o Brasil é vulnerável por ter registrado, nos últimos anos, crescimento rápido do crédito ao setor privado, o que, segundo o Wells Fargo, geralmente vem acompanhado de relaxamento dos parâmetros prudenciais de empréstimos, além de ter apurado valorização da taxa de câmbio - que leva ao aumento do déficit das contas externas - também registrado no Brasil (que tende a ser financiado por ingresso de capitais).

Fonte: G1
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas