ECONOMIA

Nobel de Economia vê risco de recessão global em 2014



Um dos três norte-americanos que venceram o Prêmio Nobel de Economia deste ano disse que déficits públicos (quando as despesas são superior às receitas do governo) inchados nos dois lados do Atlântico significam que a recessão continua sendo um risco real em 2014.

Eugene Fama, que dividiu a premiação de 9 milhões de coroas suecas (US$ 1,2 milhão) deste ano com Robert Shiller e Lars Peter Hansen, disse neste sábado que os governos altamente endividados nos Estados Unidos e na Europa representam uma ameaça constante para a economia global.

Fama, que tem sido chamado de pai das finanças modernas e dividiu o prêmio por sua pesquisa sobre preços de mercado e bolhas de ativos, minimizou o dado positivo sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos divulgado nesta semana.

"Não estou tranquilizado, de forma nenhuma", comentou.

A taxa de desemprego nos EUA caiu para 7%, a menor em cinco anos, em novembro, e as empresas contrataram mais do que se esperava.

Fonte: G1
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas