ECONOMIA

Superávit primário é o menor em 12 anos



As contas do setor público consolidado, formado por governo, estados, municípios e empresas estatais, registraram um superávit primário (entenda o que é superavit primário) de R$ 91 bilhões em todo ano passado, segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta sexta-feira (31).

O valor do superávit equivale a 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) – o pior resultado da série histórica do BC, que tem início em 2002, portanto, em 12 anos. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, já havia admitido que o indicador não atingiria 2,3% do PIB – meta fixada em abril de 2013. O objetivo era chegar ao valor final de R$ 111 bilhões, que contemplava um abatimento de R$ 45 bilhões em desonerações e gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Os números do BC mostram que o governo federal, utilizando receitas extraordinárias (fora do padrão), entregou sua parte da meta fiscal, ao contrário de estados e municípios, que cumpriram apenas 34% de sua meta fiscal, com superávit primário de somente R$ 16,55 bilhões, muito longe da meta de R$ 47,8 bilhões fixada para todo ano passado.

Em 2012, estados e municípios haviam atingido percentual um pouco maior de sua parte da meta: 55%.

Fonte: G1
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas