ECONOMIA

BR Distribuidora destitui diretor que atuou na compra de refinaria nos EUA



O Conselho de Administração da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras responsável pela comercialização e distribuição de derivados do petróleo no país, decidiu em reunião nesta sexta-feira (21) exonerar do cargo o diretor financeiro Nestor Cuñat Cerveró.

Com a decisão, o presidente da BR Distribuidora, José Lima de Andrade Neto, passará a acumular interinamente as atividades do diretor financeiro. Nestor Cerveró é funcionário de carreira desde 1975. A Petrobras não divulgou qual será o destino dele na empresa.

Cerveró era o diretor da área internacional da Petrobras em 2006, quando a estatal comprou 50% da refinaria de Pasadena (EUA). A transação se tornou objeto de investigações do Tribunal de Contas da União (TCU), da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF) devido a suspeitas de superfaturamento.

No início da noite, a Petrobras divulgou um comunicado ao mercado:

"Mudança na Diretoria Executiva da Petrobras Distribuidora
Rio de Janeiro, 21 de março de 2014 – Petróleo Brasileiro S.A. – A Petrobras informa o Conselho de Administração da Petrobras Distribuidora, subsidiária da Petrobras que atua no mercado brasileiro de distribuição de combustíveis, aprovou hoje, 21/3/2014, a destituição do diretor financeiro da companhia, Nestor Cuñat Cerveró. O presidente da subsidiária, José Lima de Andrade Neto, acumulará interinamente as atividades dessa diretoria."


A aquisição de 50% da refinaria de Pasadena pela Petrobras, por US$ 360 milhões, foi aprovada pelo conselho da estatal em fevereiro de 2006. Posteriormente, em razão de litígio com a sócia belga Astra Oil, a Petrobras foi obrigada a comprar os outros 50% da unidade. Ao final, o negócio custou à Petrobras US$ 1,18 bilhão. Em 2005, a Astra Oil tinha comprado a refinaria por US$ 42 milhões.

Fonte: G1
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas