Economia: Confiança dos brasileiros melhora, mas ainda está baixa, diz CNI

Confiança dos brasileiros melhora, mas ainda está baixa, diz CNI



A confiança do consumidor medida pelo Índice Nacional de Expectativa (Inec) da Confederação Nacional da Indústria (CNI) aumentou 3% em julho na comparação com junho, chegando aos 109,5 pontos.

Apesar da melhora, a CNI alerta que a confiança dos brasileiros ainda é baixa. O índice deste mês é 0,5% inferior ao de julho do ano passado.

A melhora na confiança é resultado, sobretudo, da melhora das expectativas dos brasileiros em relação à inflação, ao desemprego e à renda pessoal. "Parte dos consumidores que, nos meses passados, esperavam queda na renda e aumento da inflação e do desemprego, passou a acreditar na estabilidade desses indicadores", diz a CNI, em nota.

O índice de expectativa de evolução da renda pessoal para os próximos seis meses cresceu 7,7% em julho, e os relativos à inflação e ao desemprego aumentaram 7,1%. De acordo com a CNI, quanto maior é o aumento dos índices, mais otimistas são as perspectivas.

Segundo a pesquisa, a melhor avaliação da situação financeira também contribuiu para o aumento da confiança do consumidor em julho. O indicador aumentou 5,3%, refletindo um menor número de consumidores que perceberam piora na sua situação financeira nos últimos três meses", diz a CNI. "O índice de compras de maior valor recuou 3,3%, o que aponta redução na expectativa de consumo desses bens", afirma a pesquisa.

Fonte: G1
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página