ECONOMIA

Juro ao consumidor sobe pelo 13º mês seguido; cartão passa de 238% ao ano



Os juros cobrados em empréstimos e financiamentos concedidos aos consumidores subiram em junho e atingiram o maior nível desde julho de 2012. Foi a 13ª alta seguida nas taxas, de acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

Segundo a Anefac, a taxa média cobrada da pessoa física ficou em 6,03% ao mês, ou 101,90% ao ano. Em maio, a média tinha sido de 5,98% mensais (100,76% anuais). Os números são médias e variam de acordo com cada banco e cliente, havendo percentuais maiores e menores.

Das seis linhas destinadas a pessoas físicas pesquisadas pela associação, cinco subiram e uma caiu.

Juros do cartão de crédito chegam a 238,67% ao ano
Os juros cobrados no crédito rotativo do cartão, que eram de 10,52% ao mês em maio, chegaram a 10,7% em junho. O rotativo é o crédito acessado pelo consumidor quando ele deixa de pagar a fatura ou paga só uma parte do valor.

A alta, de 0,18 ponto percentual, foi a maior entre as taxas cobradas da pessoa física. A taxa do cartão também permanece sendo a mais alta entre as pesquisadas, chegando a 238,67% ao ano.

Fonte: UOL
Foto: A/D

Postagens mais visitadas