Economia: Legumes e hortaliças ficam mais baratos, e inflação pelo IPC-S recua

Legumes e hortaliças ficam mais baratos, e inflação pelo IPC-S recua



As hortaliças e os legumes ficaram mais baratos, e a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) desacelerou para 0,16% na terceira prévia de julho, depois de avançar 0,24% na semana anterior, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Dos oito grupos de despesa analisados pela FGV, seis apresentaram decréscimo em suas taxas de variação, com destaque para os preços relativos à alimentação (de 0,11% para -0,10%), como os de hortaliças e legumes (de -8,16% para -11,78%).
Também apresentaram decréscimo em suas taxas de variação os grupos saúde e cuidados pessoais (de 0,52% para 0,40%); educação, leitura e recreação (de -0,01% para -0,08%); vestuário (de 0,16% para -0,03%); transportes (de 0,13% para 0,10%); e comunicação (de 0,04% para 0,02%).

Na contramão, o grupo habitação registrou avanço de uma semana para a outra, passando de 0,44% para 0,48%.
O grupo despesas diversas repetiu a taxa de variação registrada na última apuração, 0,30%.

Fonte: G1
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página