ECONOMIA

Burger King diz que se tornará o 3ª em fast-food no mundo após acordo



A rede americana Burger King fechou um acordo nesta terça-feira (26) para a compra da concorrente canadense Tim Hortons por US$ 11,4 bilhões, uma operação que vai criar a "terceira empresa mundial de fast-food", anuncia um comunicado conjunto.

Segundo reportagem da revista "Forbes" publicada em fevereiro deste ano, a maior rede de fast-food do mundo é o Mc Donald's, seguida pela KFC. À época, o Burguer King aparecia na lista da revista apenas na sexta posição.

A empresa terá sede no Canadá, país apresentado como "o maior mercado da empresa resultado da fusão". Nesse país, a empresa pagará menos impostos que nos Estados Unidos.

O valor total da Tim Hortons, US$ 11.400 bilhões, será pago em dinheiro e ações, segundo o Burger King. O valor combinado das duas empresas atualmente é de US$ 18 bilhões.

"Durante os últimos quatro anos, transformamos o Burger King em um dos restaurantes de fast food mais rentáveis do mundo, a partir de um crescimento internacional, um foco constante na revitalização da marca e do compromisso com nossas franquias", afirma Daniel Schwartz, CEO da empresa, em comunicado.

"Estamos entusiasmados por construir neste progresso, enquanto continuamos expandindo o Burger King no mundo. Esperamos com vontade trabalhar com e aprender com a Tim Hortons enquanto criamos juntos a empresa de restaurantes global líder no mundo", completou o executivo.

Fonte: G1
Foto: Divulgação

Postagens mais visitadas