Economia: Preços de cursos sobem em janeiro, e inflação pelo IPC-S ganha força

Preços de cursos sobem em janeiro, e inflação pelo IPC-S ganha força



A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) ganhou força da segunda para a terceira semana de janeiro, passando de 1,30% para 1,55%. O maior avanço - típico no início do ano - partiu dos preços relativos a educação, leitura e recreação (de 3,06% para 4,02%).

Dentro desse grupo, o que mais influenciou a taxa foi o aumento do preço dos cursos formais. A alta cresceu de 5,02% para 7,62%.
Também subiram mais as variações relacionadas a alimentação (de 2,19% para 2,44%), a transportes (de 1,14% para 1,50%), a habitação (de 0,68% para 0,85%), a comunicação (de 0,50% para 0,71%) e a despesas diversas (de 1,02% para 1,34%).

Na contramão, os grupos vestuário (de 0,44% para 0,22%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,62% para 0,57%) apresentaram decréscimo em suas taxas de variação.

Veja a variação de preços de alguns itens:

Roupas (de 0,35% para 0,07%)
Artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,33% para -0,17%)
Hortaliças e legumes (de 15,45% para 20,95%)
Tarifa de ônibus urbano (de 2,86% para 4,64%)
Tarifa de eletricidade residencial (de 1,30% para 1,91%)
Pacotes de telefonia fixa e internet (de 1,34% para 1,86%)
Cigarros (de 1,15% para 1,71%).

Fonte: G1
Foto: Lucas Veiga/Divulgação
Página anterior Próxima página